Sou recém graduado em farmácia mas não quero atuar como tal. Me identifico mais com a área de administração e marketing. Será que uma pós graduação em marketing já seria suficiente para me colocar no mercado ou eu teria que fazer outra faculdade? Posso optar também por um curso técnico, mas me parece um pouco fraco para o mercado. Não estou com vontade de fazer outra faculdade, mas tenho dúvida se apenas uma pós teria a mesma força para me colocar no mercado nessa área. O que seria mais recomendado?

Recém ­formado, 23 anos

Por ser recém graduado, acredito que você tenha feito durante a faculdade algum estágio na sua área de formação, e estudado o mercado de trabalho incluindo as diversas possibilidades de atuação. Você apenas está iniciando a carreira e terá uma longa estrada, no mínimo mais 40 anos, para trabalhar com diferentes tipos de vínculos e com a possibilidade de atuar em carreiras que ainda não existem.

O World Economic Forum, mostra em seus estudos que estamos vivendo a 4ª revolução industrial, na qual o emprego está se tranformando rapidamente com novas carreiras sendo criadas e outras desaparecendo em uma velocidade nunca vista. Você escolheu uma das áreas que tem potencial, tendo em vista que a área de saúde não para de crescer, criar novas carreiras e oportunidades jamais vistas. O mercado de trabalho para farmacêuticos é promissor. A indústria farmacêutica e cosmética cresceu muito na última década e hoje é um dos setores com boas perspectivas em termos de mercado de trabalho. A área tem a seu favor a onda de novos conhecimentos científicos, além dos sofisticados equipamentos tecnológicos. Você encontra farmacêuticos também atuando na indústria de alimentos, onde cuidam para que não haja microrganismos em produtos. Boas oportunidades também existem na indústria de cosméticos, onde você poderá atuar tanto no controle de qualidade, como em produção, marketing, pesquisa e desenvolvimento. Como você pode ver, a tua formação pode se encaixar também em diversos lugares como hospitais, laboratórios e clínicas. Adicionalmente você pode optar por seguir o ramo das pesquisas clínicas ou a carreira acadêmica e dar aulas para cursos técnicos e em universidades. Nas últimas décadas, o aumento do poder de consumo do brasileiro aqueceu o mercado de cosméticos e quem se deu bem nesse novo cenário foram também os farmacêuticos. Embora o mercado esteja retraído, há demanda para este profissional. Adicionalmente, pesquise a área de biotecnologia, pois esta é considerada o futuro da indústria farmacêutica e atualmente o Brasil caminha com a implementação na indústria nacional. O foco do mercado de biotecnologia em saúde é a produção de remédios biológicos e a execução de pesquisas clínicas com pacientes, ou seja, existe um mercado com enorme potencial de crescimento.

Agora vamos ao seu interesse pela área de administração e marketing: você pode, sem dúvida, a partir de uma área técnica migrar para uma destas duas áreas. Não precisa fazer uma nova faculdade e sim investir em uma Pós-Graduação em uma escola de renome e reconhecida na disciplina que você busca. Fazer uma nova faculdade faz sentido se você e o mercado exigirem um conhecimento técnico profundo.

Acompanho carreiras há mais de 28 anos e há muitos profissionais que iniciam pela área técnica e migram para vendas ou marketing, pois possuem o perfil e adicionalmente o precioso conhecimento técnico.

Um mercado que você tem que focar, sem dúvida, é o da saúde com destaque para o farmacêutico, mas não deixe de pesquisar os mercados que já citei.

Mas, antes de tudo pesquise a área de marketing, veja as possíveis carreiras nesta área e o perfil do profissional que atua nela, desde suas características pessoais até o conjunto de competências necessárias. Lembre que muitos jovens querem a área de marketing, seja pelo glamour, mídia ou outro esteriótipo da profissão. Procure profissionais que fizeram a opção que você quer fazer e pergunte absolutamente tudo sobre a carreira. Pontos positivos e negativos. Se você quiser atuar na área administrativa, entenda que é uma área de suporte para as demais áreas da empresa. A partir disso, com estratégia, muita dedicação e motivação vá em busca do teu novo passo de carreira. Boa sorte!

Envie sua pergunta, acompanhada de seu cargo e sua idade, para:  d i v a . ex ec u t i v o@v a l or. c om . br

Karin Parodi é fundadora e sócia-diretora do Career Center e presidente da Arbora Global

Esta coluna se propõe a responder questões relativas à carreira e a situações vividas no mundo corporativo. Ela reflete a opinião dos consultores e não a do Valor Econômico. O jornal não se responsabiliza nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.